25 de set de 2008

New me!

Na época do colégio, era só retocar as luzes ou mudar uma atitude que eu e a Taís já falávamos: "Porque a Newww Me..." ou "a Newww Us!", enfim, hoje vim falar da New Me e não tem muito a ver com mudança nos cabelos enluzados ou a tal da atitude. Decidi e fiz um (baita) regime.

Costumava pesar entre os 57, 58 Kilos há uns 4, 5 anos atrás e me achava a mas feia e gorda possível. Tinha uma auto-estima muito baixa, achava que ninguém ia se interessar por mim e vivia de regime e mau-humor. O tempo foi passando, a vida foi mudando e eu fui engordando...

A correria não me fez emagrecer, mas namorar definitivamente engorda. E eu, com meus estacionados 1 metro + 67 centímetro E meio engordei nos últimos 2 anos oito kilinhos básicos espalhados por diversas partes do corpo.

Agora, tenho um pouquinho mais de maturidade pra entender que eu não era gorda. E também gosto mais de mim agora pra aceitar que não preciso voltar aos 57 kilos (meus ossos são pesados! rs), maaas resolvi fazer o regime, como eu já disse. Emagreci nesse último mês 6 kilos. Pelo jeito, eles sairam um pouquinho de cada lugar também!

As calças estão largas, o paladar está diferente. Batata-frita agora tem gosto de molhado. Hummm, que gostoso escarola! Quando penso em uma barra de chocolate, juro que me vem o gosto de chuchu na boca (sem essa de que chuchu não tem gosto). Amanhã comerei o meu primeiro mousse de chocolate em um mês, mas a salada de frutas é sagrada. Aprendi a fazer um bolo de cenoura light maravilhoso, e troquei o Mac definitivamente por um kilinho tipo "Coração Mineiro".

Teve gente durante este mês que já disse que eu tava colocando o dedo na garganta... Fora minha mãe que acha que eu estou com anorexia! Magina, eu não deixo a comida de lado de jeito nenhum, mas agora no meu prato tem alface, tomate, chuchu, abobrinha, vagem, brócolis, escarola, legumes na margarina light, pouco arroz, pouco feijão, bife grelhado, frango...

E parabéns para a New Me! Cheguei no meu objetivo de 60 kilos! O ruim é que é pra vida toda, né, mas tudo bem, vale a pena! (Na folhinha do regime que sigo tem a mensagem "Quando sentir vontade de comer uma coxinha, olhe para ela e pense: "Vale a pena engordar por uma coxinha???", hahahaha Vale?)

19 de set de 2008

A pergunta da semana é...

O que você achou do vestido de noiva da Sandy???
Eu achei bonitinho, mas não gostei dessa coisa no ombro. Sem isso ficaria mais bonito! E o que é isso no cabelo dela... Não identifiquei! Apesar de tudo, achei a cara dela!

10 de set de 2008

Falando em "Era uma vez"...

Gostei do trailler, mas fiquei com vontade de assistir mesmo quando ouvi o ator principal, Thiago Martins, comentando sobre o filme no Pânico da Jovem Pan. Ele falou sobre como o autor passava as críticas sobre a sociedade de uma maneira diferente. Como o amor entre o casal e a maneira como a história é contada deixa o filme sem aquela sensação de banalidade. Falou também que não era só mais um Romeu e Juliata, apesar de tudo.

Depois de ser convencida pelo Du a assistir Zohan (chato!), consegui convencê-lo a assistir o filme comigo (ele não gostou do final...). E tenho que confessar que gostei muito (muito!) do filme. A violência não está em primeiro plano, afinal, o filme é sobre o amor entre o menino pobre e a menina rica, mas você encontra tanta coisa, tanta injustiça, tanta violência, tanto policial fdp (todo mundo é fdp), tanto acontecendo em segundo plano que fica impressionado, pois nada disso é discutido no filme. É mostrado como pura realidade em uma história normal.

A entrevista também me impressionou um pouco, principalmente pelo ator ser da favela do Rio e ter se dado muito bem. No final do filme, ele dá o seu relato, mostrando que nem todo mundo que vem da favela é mau, que pode ser construida uma história diferente da do personagem Dé, que é apavoradamente transformada.

Bom, eu gostei!

9 de set de 2008

Eu acho que...

"Manifestar a minha opinião não é uma ação de terror" - Kath (Cat, gato! Grrrrr) Stratford , 10 coisas que odeio em você

Não, não é mesmo. Considero, na verdade, uma conversa normal. A pessoa dá a opinião dela, eu digo se concordo, dou a minha opinião, ela diz se concorda e por aí vai. Mais ou menos assim, ela diz que gostou de Batman, eu digo que prefiro Homem Aranha e nós comentamos sobre cinema no geral. Eu não achava que isso era um problema, até ser alertada por uma amiga de como eu vou contra a pessoa com a qual estou conversando, sem perceber.

Passei a prestar mais atenção nesse tipo de coisa. A responder "legal" ou "é mesmo?", quando a minha vontade é na verdade falar "eu não" ou "credo! que horror! eu não gosto" (talvez eu não fosse muito delicada). Tenho que confessar que a mudança fez bem. Achei que depois disso muitas conversas fluiram melhor, ainda que eu não concorde que manifestar minha opinião é uma ação de terror.

Uma coisa que me leva a pensar isso é que não são as preferências que definem amizades. Na verdade, se eu gosto do rosa e você do azul pouco importa. O filme também não importa, o legal é ir ao cinema. O que me faz gostar ou não de alguém, na verdade, são os princípios éticos e morais que podem ir de encontro. Eu não aprovo traição. Se você disser que trair de vez em quando faz bem, a conversa provavelmente acabará ali, mesmo que a gente goste de rosa e tenha ingressos pro show da Madonna.

Sou muito diferente de todas as minhas amigas e nem por isso a gente deixa de se dar bem! Talvez também por a gente se conhecer há um certo tempo, entender o jeito e saber que dar a minha opinião contrária não é fazer confronto, é simplesmente uma opinião, aí eu não preciso só dizer "uhum...".

Uma vez no colegial, assim que começamos a ter literatura, a profa Patrícia de Português pediu pra fazermos um poema. O meu ficou rimadinho e bonitinho, ela até chegou a ler pra classe, o nome (adivinha!!) era "Na minha opinião" e a última parte era assim:

"Sei que a minha opinião
ao mundo não importa é nada
mas o que posso fazer
se não consigo ficar calada?"
Heinnn? O que eu posso fazer???

7 de set de 2008

14 anos

O dia da tão esperada festa está chegando. Família convidada, amigas convidadas e confirmadas igualmente ansiosas. Os meninos se fazem de machão, mas também esperam pelo grande dia. É que eles ainda estão magrelos e desengolçados, enquanto a gente já está linda, eles ainda estão com cara de criança.

Nos preparativos e arrumações para a festa é, na verdade, aquela bagunça. Um monte de gente pra ajudar, tem fitinha, bexiga, mesa do bolo. Tem toda a comilança, tem a parte da balada. Cada nó de rabiola pra prender no fitilho rosa brilhante é um friozinho diferente na barriga. Tudo pra deixar o cantinho da balada o mais escuro possível, ninguém sabe o que pode acontecer...

No dia da festa, tudo é mágico. As amigas vem mais cedo e não tem hora pra ir embora. Os convidados começam a chegar, as meninas mais ansiosas chegam primeiro. Aí chegam algum meninos que ficam deslocados no canto. E tem música, mas é mais legal ficar sentado conversando, pelo menos no aquecimento da festa.

E a família quer anos 60, mas o pessoal quer funk. As meninas rebolam fingindo que nem ligam pra eles. E eles? Quietinhos vão à loucura! Hahaha! Nunca pensaram que pediriam pra repetir o Créu... E a paquera rola solta... Engraçado como o menino que mais chama a atenção não é o mais bonito, mas sim o mais folgado! Tem toda aquela provocação, aqueles olhares e novamente o friozinho na barriga, um calooor!

Na hora de ir embora os pais vão chegando e eles vão indo de um em um, às vezes o pai de um leva outro e a festa vai chegando ao fim. Os comentários ficam pro próximo dia de aula, aí que surgem as fofocas e que se sabe quem realmente concretizou seus "planos" para festa. A aniversariante? Abre seus presentes feliz, fica fofocando (e fazendo mais "planos") até altas horas com quem ficou pra dormir lá (sempre fica alguém), e antes de dormir pensa em tudo que aconteceu na sua festa, pensa em tudo aquilo que ela não vai esquecer mais, em como vai ser no dia seguinte na escola. E dorme, feliz e realizada, ansiosa para os seus 15 anos.

4 de set de 2008

Show da Madonna, eu vou!!!

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Depois de super revezamento com a Taís, acordando de madrugada de uma em uma hora, às5:15 da manhã, eu consegui!!!

O site estava lento, cheio, às vezes dava erro, mas eu consegui!!!!!!!!!!!

Dia 20, estaremos lá!!!!!!!!!

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

(Agora que essa fase passou e consegui o ingresso, eu posso me concentrar e postar sobre outras coisas! rs)