26 de dez de 2008

Natal!


23 de dez de 2008

Feliz Jingle Bells!!!

Que felicidade! Chegou o Natal!

Aqui em casa é Natal desde o meio de novembro, mas finalmente, aí está o grande dia. Expectativas mil.

Sei que vou gostar do meu presente do amigo secreto e AMEI quem eu tirei. ADORO dar presentes, muuuito mais do que receber, e este ano foi o ano com mais presentes. No serviço também adorei quem tirei e principalmente por ter visto a Raquel gostar TANTO do que dei.

A decoração aqui de casa está linda. Tem o presépio com fonte, muitos elefantes, terra de verdade, tudo aguardando o Menino Jesus que será colocado à meia-noite. Tem pisca-pisca em quase todos os lugares. Tem presentes que a família inteira tem trazido durante o mês, todos em volta do Papai Noel. Sim, tem Papai Noel. Minhã mãe fez um e ele está guardando os nossos presentes. Ficou lindo e nós o chamamos carinhosamente de Frank Noel (de Frankstein).

Toda a minha família estará aqui, todos os que se preocupam com a gente e com os quais nos preocupamos. A família do Du também estará. Pela primeira vez em 3Natais together, nós passaremos juntos. Vai ter criança... Natal com criança é tudo.

Meu presentes estão lindos. Escolhi cada um com muito carinho, fiz alguns deles, de outros a embalagem, uns são compostos de vários presentes, outros são de um presente só. Uns vale mais a lembrança, outros eu quis MUITO dar e ainda bem que deu tudo certo.

A roupa só falta passar. O vestido é lindo, lilás. Combina com os brincos que ganhei sábado. Aí eu vou me arrumar bem, fazer o cabelo, maquiagem e amanhã, provavelmente, passarei o perfume com cheirinho de tic-tac.

Enquanto eu fazia a sobremesa, minha mãe cuidava das tortas, uma de camarão e outra de frango. A família direto toca a campainha pra já deixar as nozes ou as bebidas. Cada um que chega abastece mais os nossos cestinhos de frutas secas. E amanhã, aquele cheirinho de assado... Hmmmm....

Este Natal tem de tudo pra ser maravilhoso. Desejo de coração que todos tenham um Natal tão espetacular como será o meu.

21 de dez de 2008

Show da Madonna, eu fui!

E.M.O.C.I.O.N.A.N.T.E
Me arrepia de lembrar... A gente não consegue ter nenhuma reação muito louca, porque a vontade é ficar admirando. Como ela consegue? Com toda aquela idade, ter toda aquela disposição, pular corda enquanto canta, fazer um baita espetáculo, puxar o saco da Britney, dançar com o holograma do Justin gatão, colocar um carro rodando no palco, simular a chuva, aparecer do nada de franjinha, comentar com a gente como chove em São Paulo, dar umas beijokas na mulherada no palco, ter um monte de filhos e não comer macarrão? Como? Como pode?

O show foi de verdade emocionante. Valeu a pena!!!

Só de lembrar daquele mar de gente, me arrepia. E eu agradeço every single day por não ter comprado ingresso na pista! Estava eu lá de longe curtindo o som e tentando imaginar o que o cara que entrou primeiro lá na pista vip estava sentindo. Ah, na pista vip eu queria, como queria... Agora, só quando ela resolver voltar novamente!



Eu e "o motorista" hehehehehe

5 de dez de 2008

Na dúvida, pede pro Santo...

Eu não sou lá muito religiosa... É até estranho, mas eu acho que pedir pra alguém "físico" é uma maneira mais fácil de visualizar que o que você está pedindo acontecerá, e faz com que a fé que aquilo dê certo se torne mais palpável. Enfim, caso exista um pé divino nos acontecimentos, valeu, pessoal, vocês são demais! Caso não, não custa tentar né, porque quando a coisa tá feia, eu não deixo minhas preces de lado. São eles:

- Santa Luzia
Minha mãe ainda me ensinou pequenininha. Quando cai um cisco no meu olho eu já começo a passar o dedo em movimentos circulares e a falar "Santa Luzia passou por aqui com seu cavalinho comendo capim". É só falar três vezes e fingir que vai dar 3 cuspidinhas que o cisco já era! Às vezes não tem jeito, só tirando a lente mesmo, mas Santa Luzia costuma ajudar muito nesses casos.

- São Roque
Esse não sei quem ensinou, mas someone me falou que ele protege os cachorros de rua (ou melhor, me protege, né?). É só fazer assim, quando você tá passando do lado de um cachorro e tá com medo de ele vir atrás de você, é só falar "São Roque, São Roque, São Roque", que o cachorro se afasta. Eu já fiz tantas milhos de vezes, sempre deu certo. Mas também nunca topei com um pitbull faminto na esquina pra testar o Santo, né...

- São Longuinho
Esse é o maior legal! Quem nunca na vida falou "São Longuinho, São Longuinho, se eu achar num sei o quê, eu dou 3 pulinhos"? Todo mundo, né? É automático até, quando eu penso eu já prometi os pulinhos. Na última vez no serviço eu prometi 1000 pulinhos pra achar uma bolsa e paguei todinhos (maior dor na batata da perna!). Até pulinho pra achar a cabeça do meu Santo Antônio eu já paguei. O que será que ele ganha com nossos pulinhos, hein?

- Santo Antônio
Minha mãe me deu um Santo Antônio pra fazer tortura com ele até arrumar marido. Mas eu achei maldade demais e deixei o santinho cheirando a parede. Aí eu arrumei namorado e tirei o santo do castigo. Às vezes ele cai e quebra a cabeça (dele e do menino Jesus), mas aí eu colo as cabeças de novo e fica tudo resolvido! Ninguém mexe no meu Santo Antônio! Ele entende que eu derrubo ele sem querer!

- São José
Fiz o voto de São José esse ano, um ano sem pão e refrigerante. É torturante, mas eu continuo firme. Li que é bom para arrumar emprego e eu já estava há um ano desempregada. Garantias de que eu arrumei por causa da promessa ou não, eu não tenho, mas eu prometi e vou cumprir até o final. Ando também com os santinhos de São José junto com a carta de motorista e sempre que vou pra alguma balada, ou algo assim, levo a carta comigo. Se ele ajuda, eu não sei, mas que isso me faz sentir mais protegida, com certeza.