27 de jun de 2009

Simpatia, Empatia, Antipatia

Eu estou far away de ser uma pessoa simpáááática. A empatia acontece, às vezes. E eu posso ser muito, muito antipática.
Acontece que o que justamente bloqueia a minha simpatia e leva os outros a pensar que sou antipática muitas vezes é a timidez. Sim, eu sou tímida, isso é fato. Não o tempo todo e com todos, mas geralmente e com muitas pessoas.

Essa semana aqui no salão, minha mãe comentou que uma cliente disse que eu sou muito antipática, que "a Cindy não rola". Pois bem, Rose querida, acontece que eu não gosto de você, então não consigo ser simpática. Pergunte pra Paulinha o que ela acha de mim. Certamente, você também não gostaria dela. Você também não faz uma cara muito boa pra mim, por que haveria eu de perder meus sorrisos com você?

Bom, voltando à timidez. Em um primeiro momento, eu sou tímida e dou aquele sorrisinho de lado, meio sem graça. Se a pessoa me acha antipática e não vem conversar comigo, o negócio acaba ali. Agora se não, eu tenho chance de mostrar que aquela cara feia era uma baita de uma timidez e aí consigo ser simpática. Poxa, não é tão difícil de entender.

O que a tal cliente disse não me ofendeu, mas fico chateada de pensar que muitas realmente pensam que não sou simpática por causa da minha timidez. Minha mãe trabalha há não sei quantos mil anos nesse salão, as clientes mudam, mas geralmente são as mesmas, e dá pra acreditar que todo dia quando eu chegou eu fico com vergonha de falar "Bom dia, pessoas! smack, smack, smack". Além do mais, acho desnecessário, porque elas estão aqui hoje, eu moro aqui. Não sei se entendem como minha cabeça funciona.

Ah... Deixa pra lá...

***

Então, minha semana (que acabou terça passada) sem falar mal dos outros foi um sucesso. Só não resisti 01 vez, quando falei mal do meu chefe, mas isso é perdoável. E eu me senti sim uma pessoa melhor. Agora, penso trinta vezes antes de abrir minha boca e principalmente, pra quem estou falando. Vocês deviam praticar isso também. Não têm idéia de como se surpreende com o afastamento de algumas pessoas, só porque você não está falando mal dos outros.

16 de jun de 2009

Falem mal, mas...

Não! Não falem mal! É proibido.

Não falar mal das pessoas é a minha responsabilidade da semana para que eu me torne, um dia, uma pessoa melhor. Eu vou tentar não falar e não pensar mal das pessoas por uma semana, ou seja, até terça da semana que vem (vai durar 5 minutos).

Admiro as pessoas que dizem que não falam mal de ninguém. Duvido que elas não pensam nem por um segundinho, mas aí eu estaria falando mal e eu não posso fazer isso, então eu não duvido. Admiro mesmo, principalmente as que dizem que pelo menos estão tranquilas com a própria consciência apesar de saber que falam mal dela.

E vale tudo! Isso quer dizer que não posso dizer que as pessoas são chatas. Tipo a loira do ônibus, eu não posso reclamar dela, mesmo ela sendo insuportavelmente irritante e barraqueira. Mas eu não disse isso, por que vocês sabem, isso é falar mal. Difícil vai ser não pensar, mas sempre que eu pensar mal de alguém eu vou internamente justificar, por exemplo, a loira deve ser barraqueira no ônibus porque os pais dela blá blá blá, e ela tem necessidade de atenção e blá blá blá.

Não posso também dizer que as pessoas são feias e tem hábitos estranhos. Isso inclui não brincar no serviço que o espírito do tatu tá no corpo, não falar que a pessoa não consegue fechar a boca devido aos seus 438 dentes, não procurar fotos no orkut de pessoas e mostrar pra outras e pedir confirmações de feiúra, afinal, naaaaaaaaaaaaaada disso é problema meu, certo?

Está proibidíssimo falar de roupas inapropriadas e maneiras de se vestir. Afinal, eu não sou nenhuma Diva da moda e eu sinto muito frio. Não sei como me vestiria se eu não fosse tão friorenta (sei sim, mas estou tentando "entender" o outro lado). Não vale também comentar nada disso com outras pessoas e quando vierem comentar comigo, eu vou respirar fundo e vou apenas... sorrir. Um sorriso simpático e que quer dizer, e u o u ç o v o c ê. Tenho que me controlar pra internamente não gritar "Que horrorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr".

Não será uma tarefa fácil, mas se na terça eu me sentir uma pessoa melhor, continuo. Se eu não me sentir uma pessoa melhor, volto com os meus comentários peculiares.

Hmmm... Faltam quantos minutos para terça-feira??

11 de jun de 2009

Você acha estranho chamar seu nome?

Eu acho estranho chamar meu nome.
Perguntei essa semana pras meninas do serviço se elas achavam estranho que eu chamasse Cindy. Elas disseram que não achavam isso estranho, mas que achavam estranho se chamar Elizabeth (igual o da rainha) e Flávia. Aí pensei que talvez fosse normal estranhar o próprio nome.

Acontece que eu tenho muitos motivos pra achar o meu nome estranho. Por exemplo, quantas Brunas você conhece? Quantar Marianas? Quantas Carinas? Quantas Lucianas? Para muitas pessoas, eu serei a única. E elas ainda insistiram em me chamar de Cintia, porque acham que EU falei meu nome errad0. Cindy não existe, Cintia sim. Eu pelo menos nunca conheci outra Cindy pessoalmente (cachorrinha não vale, nem vaca).

Cindy Lepore é muito parecido com Cyndi Lauper. E para quem não sabe, sim, essa foi a inspiração. Claro que o sobrenome do meu pai é Lepore (proparoxítona não acentuada), mas foi em tudo uma grande coincidência. Minha mãe ganhou sabe-se lá de quem um LP da famosa cantora da época, e ao ouvir sua estranhésima voz em Girls Just Wanna Have Fun, minha mãe abandonou a opção Fernanda pra trás, deu adeus à Giovanna e decidiu que defitivamente, a filha dela teria o nome daquela cantora irreverente de voz, segundo ela, linda.

Por muito tempo eu não soube quem era Cyndi Lauper, mas ficava orgulhosa quando falavam dela, afinal, ter nome de artista é chic! Acho que todo mundo se acostuma com seu nome, ? Seja ele super comum ou bem diferente. Hoje, sou feliz por me chamar Cindy. É curtinho, delicado, diferente. Pode virar Cinderela, Cindoca, mas geralmente preferem Ci.

Depois de todos esses anos, só tenho uma preocupação. Assisti o clipe de Girls Just Wanna Have Fun (engraçado , depois de dançar tanto no Darta e só agora fui assistir)... Quando minha mãe escolheu esse nome, por causa da Cyndi, quais será que eram as expectativas dela? Porque dependendo, eu decepcionei na certa... Sem chance de raspar um lado da cabeça (NEM os dois)...

http://www.youtube.com/watch?v=-hp5COXNlWQ

4 de jun de 2009

Pecados no frio

Me chamem de porca, não ligo. Devia ser proibido tomar banho no frio. Vocês me entenderiam muito bem se tivessem um chuveiro que a chave cai quando fica mais de 10 minutos ligado na água muito quente. Como fazer um chuveiro entender que está muito frio? E que me deixar na mão, com cabelo todo ensaboado, morrendo de frio e me esgoelando pra alguma alma caridosa ligar a chave não é uma atitude legal?

Outra coisa que devia ser proibida é lavar as mãos. Sinto faquinhas congelantes penetrando nos meus dedinhos. Tenho certeza que qualquer dia eles quebram em pedacinhos de tão congelados. E isso inclui também escovar os dentes, usar alcool em gel, creme hidratante no rosto ou qualquer outro creme hidratante. Até pasta de dente tá gelada nesses dias!

Voltando no assunto banho, quando eu era pequena (e até hoje) pensava como seria legal se existisse um chuveiro de 80x80cm (ou seja, ocupando todo o espaço do box aqui de casa) com água caindo bem quentinha em todos os centímetros. Dois problemas: o primeiro é que não teria espaço pra respirar; o outro é que umas 4 pessoas em uns 8 minutos de banho acabariam com toda água potável do mundo. Mas a idéia ainda sim me agrada.

Outra boa invenção, na verdade já existe, mas devia ser popularizada. Sabe aquelas toquinhas de motoqueito que ficam so os olhos de fora? Preciso. De duas. Uma rosa e uma preta. É muio frio! Tá torturante andar na rua com esse frio todo! Tô só vendo o dia que eu vou acordar e vai ter neve na janela.

O que aconteceu com São Paulo? Um dia tá 35ºC e no outro tá 9ºC. Eu não sei viver em 9ºC!

Então está decidido. Eliminadas todas as possíveis alternativas para conter o frio (já que tem que tomar banho, lavar as mãos e blábláblá), vamo hibernar. Me acordem quando a temperatura passar de 20ºC, ok?